Dezembro Vermelho: Lauro de Freitas na luta contra a Aids

Município baiano segue ativo na conscientização contra a doença durante todo o mês; confira detalhes

O último mês do ano marca a campanha Dezembro Vermelho, dedicada a sensibilizar a sociedade sobre a importância da prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), com ênfase especial naquelas causadas pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV).

Na época da campanha, é importante também trazer a desmistificação do preconceito em relação à Aids. A luta contra o HIV cresceu ao longo dos anos e atualmente existem tratamentos eficientes que reduzem a carga viral e permitem que os portadores tenham uma vida comum e sem transtornos.

Lauro de Freitas é um dos muitos municípios do Brasil que se preocupa com a causa. A fim de minimizar a doença e ir além das estatísticas, o Centro de Testagem e Aconselhamento e Serviço de Atendimento Especializado (CTA/SAE), vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), promove ações disponibilizando testagem rápida e orientações sobre o Protocolo de Prevenção Pré-Exposição (PREP) na unidade do CTA, juntamente com a Profilaxia Pós-Exposição (PEP), que deve ser administrada em até 72 horas após a exposição.

As atividades da campanha de prevenção seguem durante todo o mês de dezembro e acontecem nas diferentes Unidades de Saúde da Família (USFs) espalhadas no município. As ações acontecem das 8h às 14h. Veja o cronograma abaixo:

  • 18/12 – Israel Moreira, Jardim Independência
  • 19/12 – Espaço Cidadão

Vale destacar que nos últimos 10 anos, a Bahia registrou uma queda de 5,8% na mortalidade de aids. Em 2022, o estado registrou 604 óbitos pela doença ou HIV. Em todo o Brasil foram registrados 43.403 casos, sendo 11.414 no Nordeste e 2.228 na Bahia.

HIV/Aids

A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida é uma doença causada pelo vírus HIV, que ataca o sistema imunológico e destrói os glóbulos brancos. O vírus pode ser transmitido através do esperma, secreção vaginal, sangue ou pelo leite materno.

As células mais atingidas com a doença são os linfócitos T CD4+.O vírus é capaz de alterar o DNA dessa célula e fazer cópias de si mesmo. Depois de se multiplicar, rompe os linfócitos em busca de outros para continuar a infecção.

A doença apresenta sintomas como fraquezas, náuseas e vômitos, febre, falta de apetite, rápido emagrecimento, candidíase persistente, suor noturno, diarreia, além de dores musculares.

Para evitar a transmissão da doença é necessário o uso de camisinha durante a relação sexual, utilização de seringas e agulhas descartáveis, além de e uso de luvas descartáveis para manipular feridas e líquidos corporais. É preciso também testar o sangue antes de algum tipo de transfusão.

O HIV também pode ser transmitido durante a amamentação e é por esse motivo que as gestantes devem realizar testes não só para a doença, como também o de sífilis e hepatites durante o pré-natal e no parto. O diagnóstico durante o nascimento e tratamento precoce podem garantir uma vida saudável ao bebê.  

Entenda os exames para prevenção

PEP (Profilaxia Pós-Exposição)

A profilaxia pós-exposição está disponível em diversas unidades de saúde do estado da Bahia e encontra-se em expansão. O primeiro atendimento após a exposição (exposição sexual – violência sexual ou relação sexual consentida e/ou acidente com material biológico) ao HIV é uma urgência.

Vale destacar que a PEP deve ser iniciada o mais precocemente possível, tendo como limite as 72 horas subsequentes à exposição.

PREP (Profilaxia Pré-Exposição)

Uma estratégia de prevenção mais recente, atualmente está disponível apenas no CEDAP (Salvador) e é dirigida a um público especifico.

A profilaxia pré-exposição ao HIV (PrEP) consiste na utilização de antirretrovirais por pessoas que não estão infectadas pelo HIV, mas que se encontram altamente vulneráveis ao vírus por manterem, com relativa frequência, relações sexuais desprotegidas, que implicam um risco substancial de infecção.

Essa estratégia é destinada prioritariamente a população especifica:  Gays e outros homens que fazem sexo com homens (HSH), Pessoas trans, trabalhadores (as) do sexo e Parcerias soro diferentes.

Centro de Testagem e Aconselhamento e Serviço de Atendimento Especializado (CTA/SAE)

Vale destacar que o município de Lauro de Freitas possui um Centro de Testagem e Aconselhamento e Serviço de Atendimento Especializado (CTA/SAE). O equipamento realiza o acompanhamento para diagnóstico positivo de hanseníase, tuberculose e ISTs como HIV, sífilis, hepatites virais.

No CTA, também é possível realizar exames rápidos para diagnóstico de ISTs em menos de 15 minutos. Além disto, a unidade dispensa a PrEP (Profilaxia Pré-Exposição ao HIV) que previne a infecção pelo HIV através da ingestão diária de um comprimido e a PEP (Profilaxia Pós-Exposição de Risco). A unidade também atua na coleta de sangue para exames laboratoriais, aplicação de vacinas em pacientes e acompanhamento para gestantes soropositivas.

O CTA realiza, em média, 881 atendimentos mensais. Somente no último ano, mesmo com a crise sanitária causada pela pandemia da covid-19, foram realizados 18.043 procedimentos e 10. 573 consultas. Em 2021 foram realizados mais de 28.600 atendimentos. Em atuação há 15 anos, o equipamento iniciou suas atividades em 2007, no bairro da Itinga.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Article

Voo direto de Buenos Aires para Porto Seguro aquece turismo na Costa do Descobrimento 

Next Article

Legado, cultura e inovação: a história de Lauro de Freitas

Related Posts