Lauro de Freitas recebe evento inédito de Xtreme Dirty Boxing; conheça modalidade

As lutas prometem ser eletrizantes e marcam um evento histórico para o mundo dos esportes de combate

Você já ouviu falar em uma arte marcial chamada “Xtreme Dirty Boxing”? Criada pelos baianos Daniel Valverde e César Carneiro, a nova modalidade envolve princípios de Boxe e Muay Thai e carrega muitas curiosidades. A modalidade será apresentada pela primeira vez ao Brasil em um evento inédito em Lauro de Freitas. Trazendo um card composto por atletas brasileiros e americanos, o Cage Masters Fighting Championship será realizado no dia 21 de março, a partir das 19h, no Centro Pan-Americano de Judô. As lutas prometem ser eletrizantes e marcam um evento histórico para o mundo dos esportes de combate.

Segundo Daniel Valverde, a criação do esporte surgiu após serem analisados alguns detalhes na prática do boxe. Durante as lutas, Daniel e César percebiam que às vezes aconteciam, por acidente, cotoveladas durante os combates, ocasionando a desclassificação dos lutadores. Por conta disso e de outros detalhes, eles resolveram criar uma nova modalidade que fosse possível utilizar o “cotovelo” e também usar uma técnica no Muay Thai chamada “Muay Thai Clinch”.

De acordo com os criadores, o Xtreme Dirty Boxing consiste em Boxe com duas alterações: luvas de seis onças – em vez das tradicionais oito onças – e uso de cotovelos. Além disso, não são permitidos mais de três segundos sem ação na luta. É ainda proibido quedas, chutes e joelhadas. As lutas são realizadas em 3 rounds de três minutos.

Os baianos seguem confiantes no sucesso e no crescimento futuro deste novo esporte, que já tem gerado discussões entre lutadores e professores das artes marciais ao redor do planeta. “Serão permitidos clinches de muay thai, em que não pode ficar três segundos sem ação. Se ficar, a luta para. Serão quatro rounds de 3min. Se os juízes decidirem que precisa de mais um round para desempatar, eles darão mais um”, disse César Carneiro.

Daniel Valverde e César Carneiro são fundadores da MMA Masters e já treinaram grandes atletas conhecidos mundialmente, entre eles os brasileiros Anderson Silva e Amanda Nunes, e o canadense George St. Pierre. Os idealizadores, líderes da equipe MMA Masters, que ainda tem Colby Covington como sócio.

Cage Masters Fighting Championship

A escolha da Bahia para a estreia do evento partiu da decisão dos dois. Segundo eles, era importante perpetuar a tradição do boxe e outras artes marciais na Bahia, tendo em vista que o estado possui atletas que levam o nome da Brasil para o mundo. Entre eles, podemos destacar o lutador Júnior Cigano e Amanda Nunes, que são referências nacionais e internacionais.

Um dos objetivos do “Cage Masters Fighting Championship” é apresentar oportunidades aos lutadores locais, trazendo a possibilidade de lutas com norte-americanos. Um momento para mostrarem suas técnicas, trocarem experiências e ainda destacarem o potencial perante os espectadores. Os organizadores ainda pretendem alcançar uma audiência mundial, através da transmissão das competições para inúmeros países do mundo.

No Cage Master, algumas lutas serão transmitidas gratuitamente através do YouTube e do Facebook do MMA Masters. Já nos combates principais, haverá a opção de pay-per-view. Para quem pretende assistir presencialmente, os ingressos podem ser adquiridos no seguinte site:

cagemastersfc.ticketspice.com/cage-masters-fc-brazil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Article

Bahia ganha fórum inter-religioso para desenvolvimento do turismo

Next Article

Lauro de Freitas recebe a 24ª edição do espetáculo Paixão de Cristo da Bahia

Related Posts