Turismo religioso: conheça o legado de Irmã Dulce

por Vem pra Bahia
0 Comentário

Uma das opções de turismo religioso de Salvador é o Memorial Irmã Dulce (MID), que fica localizado na Avenida Bonfim, no Largo de Roma, na Cidade Baixa. O local foi construído em 1993, um ano após a morte da freira e santa baiana, e conta com uma exposição permanente sobre o legado de amor e caridade da religiosa.

Registro do Memorial Irmã Dulce, onde estão alguns dos seus pertences

Após a canonização de Irmã Dulce, agora Santa Dulce dos Podres, em outubro 2019, a expectativa é de crescimento no turismo religioso em Salvador, já consolidado pela exuberância das suas Igrejas e celebrações religiosas.

Por isso,  a gente dá alguns detalhes de como conhecer a trajetória de Irmã Dulce e seu legado em Salvador.

Quarto de Irmã Dulce, onde está a cadeira na qual ela dormiu por mais de trinta anos

COMO IR

Você pode visitar o Memorial da Irmão Dulce por conta própria. Para chegar à região, tem a à disposição táxi, aplicativos de transportes . Também é roteiro para ônibus coletivo partindo de vários pontos do de Salvador (baixe o aplicativo CittaMobi no Android ou IOS e veja as linhas disponíveis). Ainda não há metrô disponível para a região.

Mas se você optar por mais conforto e segurança, há roteiros turísticos organizados em convênio com várias agências de turismo em Salvador. Custa entre R$ 90 e R$ 170.

Roteiro – O ponto de partida é a Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia (onde Irmã Dulce foi sepultada), passa pela Igreja São João Paulo II (onde a santa começou seu trabalho de assistência aos pobres), pela Igreja São João Paulo II (local em que o papa João Paulo II visitou) e termina no Largo de Roma, para os turistas conhecerem as Obras Sociais de Irmã Dulce, o seu santuário e a Capela das Relíquias (onde repousa o corpo da santa). O passeio ainda passa pela Igreja do Senhor do Bonfim, padroeiro dos baianos.

Santuário da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres. A visitação é aberta ao público diariamente, das 7h30 às 18h30

Em breve, publicaremos informações sobre turismo religioso por toda Salvador.

O QUE VISITAR?

No tour Irmã Dulce você visita o Santuário da Santa, a Capela das Relíquias, o Memorial e o Dulce Café. Tem ainda a lojinha de lembranças do seu passeio.

O Santuário da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres, também conhecido como a Igreja Imaculada Conceição da Mãe de Deus, fica localizado ao lado da sede das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), no Largo de Roma. A visitação é aberta ao público diariamente, das 7h30 às 18h30.

O local ainda tem missas de todos os dias, 8h30, 12h e 16h – sendo que todo dia 13 de cada mês a missa é dedicada a Santa Dulce.

A Capela das Relíquias, que fica dentro do santuário, é uma sala circular, com pé direito triplo, tendo ao centro o túmulo que guarda os restos mortais da Mãe dos Pobres.

O Memorial abriga uma exposição permanente com mais de 800 peças que ajudam a preservar e manter vivos os ideais de Irmã Dulce. No local, encontra-se o hábito usado por ela, fotografias, documentos e objetos pessoais podem ser vistos no MID, que ainda preserva, intacto, o quarto de Irmã Dulce, onde está a cadeira na qual ela dormiu por mais de trinta anos em virtude de uma promessa. A entrada é franca e o Memorial fica aberto à visitação de terça a domingo, das 10h às 17h.

Para fazer um lanchinho, os fiéis podem conhecer o Dulce Café, que reúne no cardápio itens de fabricação do Centro de Panificação Irmã Dulce a outros itens, como o café da Latitude 13, da Chapada Diamantina – os preços são variados. O local fica aberto todos os dias das 7h às 17h30.

A loja da Obras Sociais Irmã Dulce (Osid) reúne diversas opções de lembrancinha – imagens, escapulários, terços, souvenir da freia, medalhinha de bordas douradas com a imagem da religiosa, entre outros. As peças custam de R$ 1,50 (a medalhinha) a R$ 1.677 (imagem de Irmã Dulce de 80 centímetros).

Você também pode gostar

Deixe um comentário