O Que Fazer em Lençóis (Bahia): 10 Melhores Passeios

Lençóis é um dos principais destinos da Chapada Diamantina, um verdadeiro paraíso no centro da Bahia. A cidade está rodeada de natureza, tem boa estrutura para receber visitantes, diversas opções de serviços, clima agradável e segurança.

Se você quer saber o que fazer em Lençóis, continue lendo e se prepare para viver momentos inesquecíveis!

O que fazer em Lençóis: melhores passeios

Se você gosta de aventura e curte estar em contato com a natureza, vai amar conhecer Lençóis, na Bahia. A região conta com diversas cachoeiras, grutas e vistas de tirar o fôlego, com opções de passeios para toda a famíli

O Vem Pra Bahia selecionou 10 passeios imperdíveis para quem visita a região. Confira!

Lençóis, na Chapada Diamantina, agora tem Wi-fi gratuito

Ribeirão do Meio: a trilha para chegar lá sai de dentro da cidade
1 – Ribeirão do Meio

O Ribeirão do Meio costuma ser o passeio preferido das crianças, mas agrada gente de todas as idades. No leito do Rio Ribeirão, o poço é ótimo para banho e tem um escorregador natural, formado de pedras.

A trilha para chegar lá sai de dentro da cidade, ou seja, você não vai precisar usar o carro ou outro meio de transporte para se deslocar. A caminhada é leve e não dura mais do que meia hora.

Na mochila, não deixe de levar shorts resistentes, feitos com tecidos grossos, se quiser escorregar pelas pedras!

Cachoeira do Sossego: contrate um guia se o seu plano é conhecer mais esse lugar
2 – Cachoeira do Sossego

A Cachoeira do Sossego fica 4 km acima do Ribeirão do Meio, então você pode se programar para visitar os dois pontos no mesmo dia. Ela é considerada uma das mais bonitas de Lençóis, pois é rodeada de muitas pedras.

Ao contrário da trilha que leva até o Ribeirão do Meio, a da Cachoeira do Sossego não é tão simples. Por isso, o mais indicado é contratar um guia se o seu plano é esticar o programa e conhecer mais esse lugar!

Cachoeira do Mosquito: é necessário pegar estrada
3 – Cachoeira do Mosquito

A Cachoeira do Mosquito fica no Complexo Turístico Fazenda Santo Antônio. Para chegar lá, é necessário pegar a estrada. Você pode deixar o carro no estacionamento do local, que conta com um restaurante e tem boa estrutura de banheiros.

A trilha do estacionamento até a cachoeira não é difícil e pelo caminho você pode apreciar a vista de um mirante.

Dica extra: na região da Cachoeira do Mosquito está o Complexo Arqueológico Serra das Paridas, onde é possível ver pinturas rupestres de mulheres grávidas com mais de 8 mil anos. Você pode fazer os dois passeios no mesmo dia!

Morro do Pai Inácio tem pôr do sol de tirar o fôlego
4 – Morro do Pai Inácio

Se você quer saber o que fazer em Lençóis, pode colocar o Morro do Pai Inácio na sua lista de prioridades. Essa é uma parada obrigatória de quem visita a região e é o passeio queridinho dos turistas.

E não é à toa: o pôr-do-sol por lá é de tirar o fôlego, assim como a vista. O morro tem 1120 metros de altitude, mas a subida não é difícil e nem demorada – indicada inclusive para crianças!

A nossa dica é visitar o Morro do Pai Inácio no final da tarde, na volta da visita à Fazenda Pratinha.

Fazenda Pratinha costuma receber bastante visitantes nos finais de semana
5 – Fazenda Pratinha

A Fazenda Pratinha na verdade fica no município de Iraquara, a 48 km de Lençóis. A viagem até lá dura cerca de 1h30 de carro, mas vale a pena. A água da Gruta Pratinha tem uma cor turquesa inacreditável, além de muito transparente.

Lá você pode fazer diversas atividades nas águas, como flutuação, tirolesa, caiaque, stand up, pedalinhos e fotos sub-aquáticas. O local tem ainda excelente estrutura de restaurante, uma cafeteria e uma pousada instalada em um casarão com mais de 100 anos, com vista para o rio.

Por causa da sua beleza e boa estrutura, a Fazenda Pratinha costuma receber bastante visitantes nos finais de semana, portanto, se você prefere fugir da agitação, deixe para fazer o passeio durante a semana!

6 – Gruta Lapa Doce

A Lapa Doce faz parte de um sistema de 42 km de cavernas mas, atualmente, apenas 850 metros estão abertos à visitação, o passeio é imperdível e agrada também as crianças. O trajeto por dentro da gruta inclui uma descida pelas pedras, mas não é difícil e pode ser feito por qualquer pessoa que não tenha dificuldade de locomoção.

Lá dentro, é preciso usar capacetes e lanternas individuais. Assim, todos ficam protegidos e têm liberdade para admirar maravilhosas formações rochosas, estalagmites e estalactites. A visita é sempre feita em grupos com no máximo 14 pessoas, acompanhados de um guia. E não se esqueça de calçar um tênis, pois não é permitido entrar na gruta de chinelo.

A Gruta Lapa Doce fica perto da Fazenda Pratinha e pode ser incluída no roteiro do mesmo dia! O mais indicado é visitá-la primeiro e, depois, relaxar nas águas azuis da fazenda!

Poço do Diabo: o local é ótimo para banho, muito amplo e profundo
7 – Poço do Diabo

Se você quer saber o que fazer em Lençóis e não dispensa um banho de rio, o Poço do Diabo vai ser um dos seus passeios preferidos! O local é ótimo para banho, muito amplo e profundo — praticamente uma grande piscina natural!

A trilha para chegar lá não é tão fácil, mas também não é das mais difíceis. E, no caminho, você pode parar para tomar banho no Rio Mucugezinho, que fica na beira da estrada, pertinho de onde se estaciona o carro para entrar na trilha.

Os mais aventureiros nem precisam descer pelas rochas para chegar até o Poço do Diabo. Dá para fazer a descida de tirolesa e cair direto nas águas geladinhas do poço. Você teria coragem?

Poço Azul fica no Município de Nova Redenção, a 95 km de Lençóis
8 – Poço Azul

O Poço Azul ganhou esse nome por causa da cor das suas águas, que têm um azul intenso. Ele fica no Município de Nova Redenção, a 95 km de Lençóis.

A melhor época para visitação é de fevereiro a outubro, quando um raio de sol invade a caverna que abriga o poço, iluminando a água e permitindo que se veja até o fundo da caverna, que tem de 4 a 21 metros de profundidade.

Para nadar nas águas do Poço Azul é obrigatório usar coletes salva-vidas, fornecidos no local. Quem quiser, também pode fazer flutuação com snorkel e apreciar de perto as belezas subaquáticas da caverna.

9 – Serrano

Na parte de cima da cidade você vai encontrar os famosos caldeirões do Rio Serrano, que são pequenas piscinas naturais que se formam dentro de uma pedra enorme. Em algumas delas, dá até para receber uma massagem natural por causa da força das águas.

O passeio é agradável e você chega lá somente com 10 minutos de caminhada por uma trilha que sai da cidade.

Uma boa pedida para os dias de descanso!

10 – Salão de Areias Coloridas

O Salão de Areias Coloridas tem pedras enormes que soltam areias de várias cores. Ele fica logo acima do Serrano e você pode aproveitar para visitar esses dois pontos no mesmo dia (assim como o Ribeirão do Meio, primeiro passeio que indicamos aqui)!

Esse passeio costuma agradar os pequenos, que ficam maravilhados com os tamanhos das rochas e diferentes cores de areia.

Até um tempo atrás, muitos artesãos locais usavam as areias coloridas para colocar em garrafinhas, que se tornavam lindas lembrancinhas da viagem. Mas, agora, a retirada de areias do salão não é mais permitida.

Onde comer em Lençóis – Bahia?

Agora que você já sabe o que fazer em Lençóis, é hora de falarmos de outra coisa muito agradável: gastronomia!

https://www.instagram.com/p/Cb_NQNWrJwf/?utm_source=ig_web_copy_link
Trattoria Bell Itália

Um dos restaurantes mais famosos de Lençóis é a Trattoria Bell Itália, que serve massas caseiras e vinhos. O carro chefe é a lasanha, mas o local também serve deliciosas pizzas.

https://www.instagram.com/p/CbYOPWYJyYm/?utm_source=ig_web_copy_link
El Jamiro

Outra opção para quem curte pizza é a pizzaria El Jamiro, que também tem a opção de rodízio e serve drinks autorais. As pizzas têm massa fina e são assadas na pedra, servidas em um ambiente super descontraído.

https://www.instagram.com/p/Cakp6i4pqeL/?utm_source=ig_web_copy_link
Lampião Culinária Nordestina

O Lampião é outro restaurante muito bem indicado em Lençóis e elogiado pelo bom atendimento. No cardápio, você encontra pratos como moquecas, carne do sol e filés, além de cervejas artesanais e caipirinhas.

https://www.instagram.com/p/CGLUNcih9H4/?utm_source=ig_web_copy_link
Cafeteria São Benedito

Os amantes de café vão adorar conhecer as bebidas produzidas na região, assim como os doces típicos da Chapada Diamantina (o doce de coco licuri é muito bem recomendado)! Uma boa pedida tanto para o lanche no final da tarde como para o jantar.

Em Lençóis não faltam opções de restaurantes para almoçar ou jantar depois de um dia pertinho da natureza.

Como chegar em Lençóis?

A melhor maneira de chegar em lençóis saindo de Salvador é de carro. Você deve pegar a BR-324 até Feira de Santana, a BR-116 até a entrada da BA-052 e seguir nessa estrada até Ipirá, onde você vai encontrar um posto de gasolina com boa estrutura de banheiro e restaurante.

De lá, pegue a BA-233 até Itaberaba e siga pela 242 até a entrada de Ilhéus.

Se preferir fazer o trajeto de ônibus, procure a empresa Rápido Federal, que é quem opera essa linha.

Outra opção é ir de avião! Lençóis tem um pequeno aeroporto, mas por lá não pousam aviões comerciais — é necessário alugar uma aeronave particular.

Quando ir para Lençóis, Chapada Diamantina?

A melhor época para visitar Lençóis é entre os meses de abril e outubro, época mais seca. De novembro a março, chove bastante na região, o que pode atrapalhar alguns passeios. Mas isso não quer dizer que você deve desistir da sua viagem caso só possa ir nessas datas.

As chuvas não acontecem todos os dias e é possível passar algum tempo por lá sem encontrar com elas. na dúvida, não deixe de consultar a previsão do tempo antes de definir as datas!

5 dicas para quem vai viajar para Lençóis

E para deixar a sua viagem ainda mais agradável, a gente preparou algumas dicas!

Com muitos barzinhos, a noite de Lençóis é bem movimenta principalmente nos feriados

Não deixe de passear pela cidade

Além das trilhas, Lençóis é uma cidade de muitos atrativos. A sua arquitetura colonial é bem conservada, as ruas são limpas e seguras e há muitas lojinhas e restaurantes para descobrir.

Visite o Centro Histórico, a Casa de Cultura Afrânio Peixoto e a Praça do Coreto!

Contrate um guia

É possível fazer algumas trilhas em Lençóis sem guia, mas, se você estiver visitando a cidade pela primeira vez, isso não é recomendado. Quem não conhece a região pode se perder no caminho, por mais simples que ele seja, e isso pode acabar estragando toda a sua viagem.

Na cidade, procure a Associação dos Condutores de Visitantes de Lençóis (ACVL) e contrate um guia cadastrado! É seguro e os preços são tabelados.

Leve uma mochila

Na hora de fazer as trilhas, a sua mochila é a sua principal companheira. Não é em todos os passeios que você vai encontrar alguém vendendo lanches e bebidas e, nesses casos, é necessário levar com você tudo o que vai precisar.

Faça as malas com cuidado

Também é preciso ter bastante atenção na hora de fazer as malas. Para as trilhas, coloque roupas leves, de preferência feitas com tecidos que secam rápido. Não se esqueça das roupas de banho, tênis confortáveis, óculos de sol, repelente, protetor solar e chapéu.

No inverno, a temperatura cai durante a noite, portanto, se for viajar nessa época, não deixe de levar também algumas roupas mais quentinhas.

Leve dinheiro

Em Lençóis, a maioria dos estabelecimentos aceita cartão, mas pequenos comerciantes, principalmente aqueles que trabalham nas trilhas, só recebem pagamento em dinheiro. Na cidade há apenas uma agência do Banco do Brasil e caixas eletrônicos do Bradesco e Caixa Econômica Federal, mas nem sempre há notas disponíveis.

Por isso, para evitar problemas, saque ainda na sua cidade uma quantia em dinheiro suficiente para cobrir algumas despesas.

Não faltam opções do que fazer em Lençóis, na Chapada Diamantina. Com certeza, você e suas pessoas queridas vão viver momentos inesquecíveis e sentir para sempre uma saudade boa dos dias que passaram por lá!

Boa viagem!

E se você quiser conhecer outros lugares da Chapada Diamantina, não deixe de conferir o nosso post com os melhores passeios do Vale do Capão, um dos lugares mais fascinantes da região!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.