Aeroporto de Salvador conquista prêmio pelo sexta vez seguida

O Salvador Bahia Airport, integrante da rede VINCI Airports, conquistou a renovação do Selo de Diversidade Étnico-Racial

O Salvador Bahia Airport, integrante da rede VINCI Airports, conquistou a renovação do Selo de Diversidade Étnico-Racial, conferido pela Secretaria Municipal da Reparação de Salvador (SEMUR) nesta terça-feira (19). Essa renovação ressalta o compromisso contínuo do aeroporto em promover a diversidade e a igualdade racial, o combate ao racismo institucional e à discriminação racial.

“O Selo da Diversidade Étnico-Racial é um dos programas mais importantes da Prefeitura, atuando de forma ativa no processo de reparação social. Esse selo é um compromisso firmado pelas empresas. É uma parceria e cooperação para que a gente diminua os eventos de racismo dentro das empresas e aumente o número de pessoas negras em todos os cargos, inclusive aqueles de liderança”, destacou Ivete Sacramento, secretária da SEMUR.

Compromisso ESG

Atualmente, o Salvador Bahia Airport conta com 70% dos funcionários autodeclarados como pretos ou pardos, além de 47% de negros e pardos na liderança. Esses números destacam a atenção do aeroporto para questões sociais, governança e sustentabilidade, elementos essenciais para as boas práticas de gestão corporativas.

Desde o início da concessão, em 2018, o aeroporto vem consolidando seu compromisso com a Prefeitura de Salvador, desenvolvendo ações, projetos e parcerias que impactam positivamente funcionários, passageiros e a comunidade aeroportuária. O compromisso de longo prazo é acompanhado pelo Comitê de Diversidade e pela alta direção da companhia.

A diversidade é abordada de maneira abrangente, permeando uma agenda de treinamentos obrigatórios e eventos focados em temas como gênero, raça, diferentes gerações, população LGBTQIA+, entre outros.

O Aeroporto de Salvador possui uma Política de Diversidade, Equidade e Inclusão, um Guia de Direitos Humanos e um Código de Ética e Conduta. Também conta com o apoio do Instituto Affeto, que auxilia pessoas em situação de vulnerabilidade social. Recentemente, foi implantado o Programa de Embaixadores, que oferece aos empregados a oportunidade de se capacitarem durante dois anos em temáticas ligadas às questões sociais e de diversidade. Os participantes atuarão como agentes multiplicadores, fortalecendo uma cultura inclusiva.

Além disso, o aeroporto estabeleceu parcerias com instituições que promovem a inclusão social e realiza eventos que celebram e enaltecem a diversidade étnica, proporcionando visibilidade às diferentes expressões culturais. Com esta proposta, o Salvador Bahia Airport já idealizou projetos como o Ocupa Aero, Afro Turismo, Black Money e Afro Inovação, buscando o protagonismo de artistas e contratação de fornecedores negros. Ao longo do ano o terminal baiano abriga debates, palestras, apresentações musicais, intervenções artísticas e exposições, bem como se preocupa com a curadoria dos materiais de comunicação institucional, para garantir representatividade da população negra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Article

Legado, cultura e inovação: a história de Lauro de Freitas

Next Article

Abaeté inaugura voo de 25 minutos que liga Salvador a Boipeba

Related Posts