Feira Gourmet na Bahia movimenta mais de R$ 1mi

Com a participação de investidores do Brasil, Portugal, Canadá, Líbano e Argentina, a Feira Origem Week movimentou R$ 1,5 milhão na comercialização de produtos gourmet e artesanato originários das zonas turísticas da Bahia, em quatro dias de evento no Centro de Convenções de Salvador. Aproximadamente 12 mil pessoas circularam pelo espaço, onde foram divulgadas marcas de chocolate, café, queijo, licor, carne e mais uma variedade de produtos. Aconteceram também seminários, workshops e apresentações culturais.

Enoturismo na Bahia: quais vinícolas visitar?

“Estão de parabéns os produtores que acreditaram na proposta; os patrocinadores, que ajudaram na viabilização do projeto; e o público, que prestigiou o evento. Superamos a expectativa de negócios e promoção do turismo, o que nos motiva a planejar a próxima edição”, comemorou o organizador da Origem Week, Marco Lessa.

A feira teve o patrocínio do Governo do Estado, por meio das secretarias de Turismo (Setur-BA), de Desenvolvimento Rural (SDR), da Agricultura (Seagri) e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). A Setur-BA aproveitou para fazer a divulgação dos atrativos das 13 zonas turísticas baianas, durante o evento, com ênfase no turismo gastronômico e rural.

“Ficamos muito satisfeitos com o resultado dessa grande vitrine para a nossa diversidade agropecuária, associada ao turismo. Os investidores estrangeiros não se limitaram aos negócios e foram às ruas para conhecer as atrações de Salvador, em uma demonstração do interesse que a Bahia provoca no exterior. Abrimos novas possibilidades para impulsionar as atividades turísticas no estado”, declarou o titular da Setur-BA, Maurício Bacelar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.