Chapada Diamantina reabre; veja aqui como agendar sua visita

Um dos destinos brasileiros mais procurados pelos amantes do turismo de aventura e de natureza vai voltar a receber visitantes após meses fechados em decorrência da pandemia de Covid-19. O Parque Nacional da Chapada Diamantina, localizado a 425 km de Salvador (BA), inicia, neste sábado (21.11), a primeira fase de reabertura gradual, adotando diversas medidas de biossegurança: uso obrigatório de máscara, diminuição da capacidade de pessoas e agendamento online de visitas. Para saber mais sobre o agendamento, acesse aqui.

Linha Verde: 10 lugares para conhecer
6 lugares para curtir natureza baiana

Normalmente, a entrada no Parque Nacional pode ser feita pelas cidades baianas de Andaraí, Ibicoara, Itaetê, Mucugê, Palmeiras e Lençóis. Porém, a primeira etapa de reabertura permite acesso ao Parque Nacional exclusivamente por Lençóis e apenas algumas atrações podem ser visitadas pelos turistas, como as cachoeiras do Sossego, Ribeirão do Meio, Capivari, Mixila, Palmital e a trilha Pai Inácio-Barro Branco.

Lugares já abertos para visitar em Salvador

Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que administra o local, as prefeituras dos seis municípios e o ICMBio vêm dialogando para definir em que momento, e de que forma, as trilhas e atrativos serão reabertos, procurando conciliar a estratégia de prevenção ao coronavírus e as demandas de visitação.

Protocolo – A entrada no Parque Nacional da Chapada Diamantina é gratuita e será obrigatório seguir os protocolos sanitários necessários. A fim de orientar visitantes e profissionais de turismo que frequentam o local, o ICMBio lançou o guia “Normas de reabertura gradual da visitação” com diretrizes a respeito da reabertura. Além de normas gerais, o documento traz ainda protocolos específicos para condutores de visitantes e para cada trilha.

A Secretaria de Turismo da Bahia afirma que os protocolos desenvolvidos para a Chapada Diamantina levam em consideração as especificidades de cada atividade. “As práticas aquáticas, cicloturismo, observação da vida silvestre, rapel e visitação a cavernas, por exemplo, implicam em cuidados especiais, como o não compartilhamento de máquinas fotográficas, uso de cajados para apoio durante caminhadas e escaladas, produtos especiais para desinfecção de objetos como binóculos e limpeza de utensílios alugados”.

One Comment on “Chapada Diamantina reabre; veja aqui como agendar sua visita”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.