Sete pontos para uma hospedagem segura em tempos de Pandemia

Com a retomada das atividades econômicas em diversos lugares do Brasil, todo cuidado é pouco para evitar descuidos. No turismo também. Hotéis e pousadas já estão voltando à ativa para atender os primeiros hóspedes em tempos de Pandemia. Para auxiliar no combate ao Covid-19, Marcelo Boeger, mestre em Gestão da Hospitalidade relacionou 7 pontos que merecem nossa atenção, para que a nossa hospedagem seja, de fato, segura.

1 – Não esqueça de levar máscaras e tenha um tubinho de álcool gel sempre às mãos
Use máscaras sempre que estiver nas áreas comuns do hotel. Lembre-se de levar umas a mais, para ter uma reserva em caso de perder, sujar ou estourar os elásticos (máscaras úmidas perdem seu poder de filtragem). Apesar do hotel ter diversos recipientes de álcool gel localizados a cada acesso à novos ambientes, ainda assim, levem seu próprio frasco de álcool gel para quaisquer situações e imprevistos e o leve para onde você vá. Lave as mãos sempre após pegar em maçanetas, botões de elevador (dentro e fora), corrimãos de escadas, botões de descarga e torneiras do banheiro. Apesar dos protocolos rígidos quanto a frequência da higiene para estas áreas, não há como o hotel garantir que você será o primeiro a tocar nestas superfícies após a limpeza pelo hotel.

2- Limpe a bagagem a cada etapa e ao voltar para casa
Se você despachou a sua mala, ela pode ter sido manuseada por várias pessoas diferentes: limpe-a cuidadosamente assim que chegar ao hotel e quando retornar, em casa. Lembre-se de desinfetar com álcool 70%, a alça da mala, o puxador do zíper, o cadeado, o lacre e até as rodinhas. Muitos hotéis terão este serviço e farão isso por você – normalmente realizado por mensageiros ou recepcionistas.

3 – Medir a sua temperatura na recepção faz parte dos protocolos de segurança
Não entenda a checagem da temperatura na chegada ao hotel como se estivessem desconfiando de você – mas sim, como uma forma de gerar segurança a todos. Faz parte do protocolo que funcionários e prestadores de serviços também estejam sendo testados diariamente. Muitos hotéis que já reabriram já adaptaram check in e check out online.

4 – Manobristas
Caso esteja viajando de carro, verifique se o hotel tem uma vaga em que você mesmo possa estacionar seu carro e que seja possível trancar e levar a chave. Caso isso não seja possível, o manobrista deve sempre trazer seu veículo com as janelas abertas e higienizar volante, botões de janela e botão de partida, maçanetas internas e externas, sensor/chave do carro antes da entrega do veículo.

5 -Evite aglomerações
Solicitar refeições no quarto pode ser uma boa opção. Estando na areia da praia, escolha um local mais isolado. Na piscina, espreguiçadeiras devem estar com distancias de 1,5m entre si. Pessoas da mesma família, claro que podem ficar juntas. Evite esportes de contato entre pessoas de grupos distintos e prefira atividades ao ar livre.

6 -Academias e SPAs do Hotel
Muitos hotéis terão reserva de horário para uso de academias, SPAs e serviços em espaços de uso coletivos. O protocolo para a reabertura dos hotéis considera sempre a necessidade de um profissional da limpeza do hotel higienizar os equipamentos entre o uso dos hóspedes. No caso de academias mais espaçosas, a reserva de horário não é necessária. Mas deve haver um adequado distanciamento entre os aparelhos assim como a higiene dos equipamentos após cada uso. Não esqueça de lavar as mãos imediatamente após a sua utilização.

7 – Restaurantes
Não estranhe ao encontrar mesas distantes uma das outras. A montagem das mesas com utensílios como pratos, talheres, copos e xicaras só será realizada na sua chegada. Prepare seu celular: QR Code para leitura de cardápios é uma saída segura para evitar cardápios de plástico e de papel, cuja higienização pode ser delicada. O serviço de buffet, quando não estiver suspenso, receberá vários protocolos para tornar esta prática segura.

Tomando alguns pequenos (mas frequentes) cuidados, a hospedagem será segura. Existem medidas que cabem ao hotel adaptar e outras atribuições e hábitos que devem ser incorporados pelos próprios hóspedes.

Gostou? Compartilhe nas suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *